Manter a temperatura do ar-condicionado em 26ºC. Essa é uma das recomendações do diretor da Coppe/UFRJ, professor Edson Watanabe, que na próxima segunda-feira, 28 de novembro, profere a palestra “Energia Elétrica – Isto é da Sua Conta”. O evento faz parte da campanha da UFRJ “Essa conta é de todos”, cuja meta é reduzir em 20% as despesas da Universidade com energia elétrica: 46,2 milhões de reais por ano. Aberta ao público, a palestra será, às 14h55, no auditório da Coppe, no Centro de Tecnologia 2 (CT2), rua Moniz Aragão Nº 360, Bloco 1, Cidade Universitária.


O diretor da Coppe, que é professor do Programa de Engenharia Elétrica, abordará os impactos ambientais e econômicos de hábitos como o uso do paletó e da gravata, da iluminação artificial, da baixa temperatura na refrigeração de ambientes com aparelhos de ar-condicionado, entre outros. Segundo o professor, pequenas mudanças comportamentais podem gerar grandes benefícios, em médio e longo prazo, tanto para o meio ambiente quanto para a contabilidade, seja doméstica ou institucional. Isso, sem esquecer que alguns investimentos trariam maior eficiência energética e, consequentemente, redução de despesas em longo prazo, como a instalação de aparelhos de ar-condicionado com inversores, lâmpadas LED, sensores de presença e mesmo interruptores.


“O ar-condicionado é um dos grandes vilões responsáveis pelo aumento da conta de energia no verão. No Centro de Tecnologia da UFRJ, por exemplo, o consumo de energia, que de segunda a sexta-feira, no inverno, varia entre 2 e 3 megawatts, sobe para 6 megawatts no verão”, afirma.


“No Japão, por lei, no interior das repartições públicas, a temperatura do ambiente pode ser aquecida até 19º C no inverno e resfriada até 28ºC no verão. A medida gera redução do consumo de energia, assegurando o conforto de todos”, explica Watanabe.


No Brasil, em 2012, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) reservava 1 gigawatt no verão somente para  atender aumento do consumo, quando havia previsão  da temperatura subir de 28 para 30º C. Isso equivale praticamente a potência da usina nuclear de Angra II. “Hoje, a situação deve estar pior”, estima o professor.

 

http://www.coppe.ufrj.br/pt-br/planeta-coppe-noticias/noticias/energia-eletrica-isto-e-da-sua-conta

Na próxima terça-feira, 29 de novembro, a Coppe/UFRJ sediará o IV International Workshop: The Use of Synchrophasors in Power Systems - An Indispensable Infrastructure in the 21st Century. Promovido pela Coppe e o Instituto Real de Tecnologia da Suécia, o evento reunirá especialistas de vários países para debater o papel dos sincrofasores - tecnologia capaz de realizar medição sincronizada - nos sistemas de energia do século XXI. Aberto ao público, o Workshop será realizado, das 8 às 17 horas, no auditório da Coppe, Bloco G, sala 122, Centro de Tecnologia, Cidade Universitária.

“Os sincrofasores são capazes de monitorar instantaneamente frequência, correntes e tensões de localizações específicas da rede. Essa nova tecnologia, que está sendo implantada na monitoração, proteção e controle de amplas áreas geográficas dos sistemas elétricos, possibilita aos operadores obter uma visão, em tempo real, do que ocorre de forma precisa no sistema”, explica Glauco Taranto, professor do Programa de Engenharia Elétrica da Coppe e coordenador do evento.

 

http://www.coppe.ufrj.br/pt-br/planeta-coppe-noticias/noticias/workshop-internacional-debate-sistemas-de-energia-do-seculo-xxi

Os professores da Coppe/UFRJ, Luiz Calôba e José Manuel de Seixas, proferirão palestra sobre Inteligência Computacional, das 14 às 15 horas, no II Encontro Anual da Academia Nacional de Engenharia, dia 25 de novembro. Nesta edição do evento, serão abordadas as mudanças no setor de petróleo e gás; as perspectivas para o armazenamento de energia; os caminhos da segurança cibernética e da inteligência computacional em uma sociedade cada vez mais digital. O Encontro será realizado, das 9 às 18 horas, no auditório do Clube de Engenharia, na Avenida Rio Branco, 124, 20º andar, Centro.

O objetivo é discutir questões relevantes para o desenvolvimento da indústria nacional e mostrar a capacidade técnica local para alavancar o crescimento do país. Confira abaixo a programação do evento:

 

 

 Programação

8h30: Recepção aos participantes

9h00: Abertura – Eng. Paulo Augusto Vivacqua – Presidente da ANE

9h30: “O Petróleo e o Desenvolvimento Tecnológico Brasileiro” - Eng. Marcello Gattass– Membro Titular da ANE, Diretor do Instituto Tecgraf/PUC

10h00: “O Pré-sal e o Desenvolvimento Industrial Brasileiro” - Geólogo Guilherme Estrella -Membro Titular da ANE, Ex-diretor de E&P da Petrobrás

10h30: Debate com a plateia

10h40: Intervalo

11h00: Apresentação do Comitê de Energia da ANE – Eng. JerzyLepecki -Membro Titular da ANE, presidente do Comitê de Energia da Academia

11h10: “Armazenamento de Energia Situação Atual, Perspectivas e Recomendações” -Eng. Eduardo Serra - Membro Titular da ANE, Sócio Gerente da ES+PS Consultoria

1h40: “Oportunidades e Desenvolvimento de Tecnologias para o Sistema Elétrico Brasileiro” – Carlos Augusto Brandão, Presidente da Associação Brasileira de Armazenamento e Qualidade de Energia (Abaque)

12h10: Debate com a plateia 

12h30: Intervalo para o almoço

14h00: “Inteligência Computacional: Técnicas Iniciais” - Eng. Luiz Calôba - Membro Titular da ANE, Professor do Programa de Engenharia Elétrica da Coppe/UFRJ, membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC)

14h40: “Inteligência Computacional: Técnicas Recentes” - José Manoel de Seixas - Professor da Coppe/UFRJ

15h10: Debate com a plateia

15h30: Intervalo

16h00: “Segurança Cibernética durante o Ciclo da Vida de Projetos de Engenharia” - Roberto Gallo - CEO, Kryptus EED S/A e Coordenador Geral do Comitê de empresas de Informática e Cibernética (ABIMDE)

16h25: ”Segurança na Sociedade Digital: Novos Desafios, Velhos Problemas” - Cristine Hoepers - Gerente Geral, Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.br)

16h50: Vanessa Fonseca - Diretora da Unidade de Combate a Crimes Cibernéticos, Microsoft Brasil

17h15: James F. Kurose - Diretor para as áreas de Computação, Ciência da Informação e Engenharia (CISE), National Science Foundation - NSF, USA. (via videoconferência - a confirmar)

17h30: Debate com a plateia

18h00: Encerramento

 

http://www.coppe.ufrj.br/pt-br/planeta-coppe-noticias/noticias/professores-da-coppe-falam-sobre-inteligencia-computacional-em

A Coppe/UFRJ e a Audio Engineering Society (AES), seção Brasil, promovem dias 17 e 18 de novembro o Encontro Regional de Engenharia de Áudio no Rio de Janeiro. Com palestras, cursos e outras atividades voltadas para o aprimoramento de profissionais e estudantes de áudio, o evento será realizado no auditório da Coppe, no Centro de Tecnologia 2 (CT2), na Rua Muniz Aragão, 360, Cidade Universitária.

Os encontros promovidos pela AES, que reúne os maiores especialistas de Engenharia de Som do mundo, têm como objetivo apresentar técnicas modernas e avançadas aos estudantes e profissionaisde áudio. Para esta edição na Coppe, estão programadas mais de 15 sessões com especialistas em diferentes áreas do áudio,proporcionando aprendizado e interação com profissionais em atividade. Entre os temas a serem abordados estão som e composição, projeto de estúdios, restauração de gravações, processamento de linguagem, ensino e pesquisa de áudio, saúde auditiva e áudio forense.

O professor do Programa de Engenharia Elétrica da Coppe, Luiz Wagner Biscainho, um dos coordenadores do evento, diz que a crescente demanda por profissionais nesta área se dá, principalmente, pela expansão de setores como entretenimento, cultura e telecomunicações, com ênfase nas mídias digitais. Na Coppe, o professor lidera o Grupo de Processamento de Áudio, um dos poucos do país voltado para qualificação de pessoal e pesquisas com ênfase em processamento digital. Nesta linha, Luiz Biscainho tem orientado estudos que vão desde avaliação e restauração da qualidade desom até análise do conteúdo de gravações musicais, passando por localização acústica de dispositivos móveis,entre outros temas.

Minicurso (dias 17 e 18) e Evento especial (dia 19)

Ao final dos dois primeiros dias, será ministrado um minicurso em edição de som para vídeo oferecido pela empresa ProClass. No dia 19 (sábado) haverá um evento especial no Museu de Arte Contemporânea (MAC), em Niterói, com o tema “áudio e trilhas musicais na TV”. Assim como os minicursos, o evento do MAC tem vagas limitadas em função do local de realização, e os interessados em participar deverão se manifestar no procedimento de inscrição.Somente os participantes inscritos nos dois dias do evento, 17 e 18, poderão participar do minicurso e do evento especial.

O evento especial no MAC contará com a participação de Clemente Zular, que falará sobre gravação de trilhas orquestrais, e de Tim Rescala, que abordará Música sinfônica para TV. Ambos falarão sobre o trabalho que realizaram para as novelas Velho Chico e Meu Pedacinho de Chão e para a minissérie Dois Irmãos, todas da TV Globo. O MAC fica no Mirante da Boa Viagem, s/nº, Boa Viagem, Niterói.


Confira a programação completa e outras informações no site do evento:

http://aesbrasil.org/encontros-regionais-2/encontro-regional-de-engenharia-de-audio-rio-de-janeiro

Subcategorias


Topo