escolhido um da multidao 8917 149O aluno de doutorado da Coppe/UFRJ, João Victor da Fonseca, foi escolhido para coordenar o Egamma Trigger Signature, uma importante área do Atlas, maior experimento de detecção de partículas do Large Hadron Collider (LHC), o acelerador de partículas do Cern. Aluno do Programa de Engenharia Elétrica (PEE) da Coppe, João dividirá a função com o pesquisador Chris Meyer (Indiana University Bloomington, EUA).

Segundo o professor da Coppe, José Manoel de Seixas, coordenador da equipe de pesquisadores brasileiros que atuam no Atlas, João Victor foi convidado para assumir a área devido ao "trabalho magnifico" que tem feito e pelo histórico de contribuição da Coppe na filtragem online de elétrons.

Além de João Victor, o pesquisador Denis Damazio, ex-aluno da Coppe, que atua no Cern desde 2005, como pesquisador do Brookhaven National Laboratory (EUA), coordenará a partir de julho o HLT Calo Software, juntamente com Jochen Jens Heinrich.

O Cern é o mais importante laboratório de física de partículas do mundo. Localizado entre França e Suíça, reúne 12 mil pesquisadores de mais de 100 nacionalidades, dos quais 131 são brasileiros, e cuja principal missão é descobrir a origem do universo. O laboratório europeu é responsável pela criação do protocolo www, aceito internacionalmente como padrão para navegação na internet, e pela descoberta do bóson de Higgs, conhecida como "a partícula de Deus", a qual permite que matéria tenha massa, e que rendeu o Prêmio Nobel de Física aos cientistas Peter Higgs e François Englert em 2013.

A Coppe e o Cern são parceiros há 33 anos. Saiba mais no Planeta Coppe Notícias

 


Topo