Cerca de 900 novos alunos de mestrado e doutorado ingressarão na Coppe/UFRJ na primeira semana de março de 2017. Para recebê-los, a instituição promoverá, dia 6 de março, segunda-feira, o tradicional evento de boas-vindas, que será realizado a partir das 10 horas, no auditório da Coppe, no Centro de Tecnologia 2 (CT2) da UFRJ, Cidade Universitária. A cerimônia será conduzida pelo diretor da Coppe, professor Edson Watanabe, e a diretora de Assuntos Acadêmicos, professora Claudia Werner, que farão uma breve apresentação da instituição e dos temas de interesse acadêmico. Os demais diretores também estarão presentes ao evento.

A Coppe conta com 13 programas de pós-graduação que atraem alunos de todo o Brasil e do exterior. Atualmente, 2.417 alunos cursam os programas da Coppe: 1.254 no doutorado e 1.163 no mestrado. Desse total, 197 são estrangeiros, em sua maioria proveniente de países da América do Sul. Embora reconhecida como uma carreira predominantemente masculina, a Engenharia vem passando gradualmente por uma mudança de perfil: atualmente a cada três estudantes da Coppe, uma é mulher.

Fundada em 1963 pelo professor Alberto Luiz Coimbra, a Coppe tornou-se em cinco décadas o maior centro de ensino e pesquisa de engenharia da América Latina. Conta mais de cem laboratórios de alto nível, onde são desenvolvidas pesquisas de ponta e projetos que proporcionam contribuições significativas para o país, nos diferentes segmentos da engenharia. Muitos desses projetos resultaram de um intenso processo de interação universidade-empresa, do qual a Coppe foi pioneira no Brasil.

A instituição já formou 15.768 pós-graduados em Engenharia. Até 2016, foram defendidas na instituição 11.634 dissertações de mestrado e 4.134 teses de doutorado. Anualmente, seus pesquisadores publicam, em média, 2 mil artigos científicos em revistas e congressos, nacionais e internacionais. No ano passado, foram defendidas na instituição 383 dissertações de mestrado e 191 teses de doutorado.

No cenário internacional, tem projetos em cooperação com as mais importantes e reconhecidas instituições científicas e tecnológicas. Muitos de seus docentes integram comitês e entidades de pesquisa de vários países e de órgãos multilaterais, como o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) da ONU. Em 2009 inaugurou uma parceria da Coppe com a Universidade de Tsinghua, na China, que resultou na criação do Centro China – Brasil de Mudança Climática e Tecnologias Inovadoras para Energia, sediado em Pequim. Em 2015, inaugurou as atividades do Centro Coppe–Columbia para Soluções Urbanas, criado em conjunto com a Universidade de Columbia. 

 

http://www.coppe.ufrj.br/pt-br/planeta-coppe-noticias/noticias/coppe-promove-recepcao-aos-novos-alunos-0


Topo